SIBSIB

Os ilustradores de Lobato

Ilustrações de J. U. Campos

Quem nunca se aventurou nos territórios fantásticos do Reino das Águas Claras?

Quem nunca se encantou com o jeitinho teimoso da boneca Emília?

Mesmo quem ainda não leu um dos livros de Monteiro Lobato (1882-1948) já ouviu falar de seus personagens, seja pela Literatura, pela TV ou até mesmo pelo Teatro. As histórias do Sítio do Pica-pau Amarelo já correram o mundo!

A importância de Monteiro Lobato na formação cultural das crianças de sua época é constatável até hoje pelo encantamento que suas histórias promovem, nas quais há brinquedos que ganham vida, magias, assombrações, mitos e regionalismos, tudo feito com muita graça e poesia.

O Sesc São José dos Campos propõe um olhar diferente para este universo de conhecimento: através dos ilustradores das diversas edições dos livros de Lobato.

Ao todo são apresentados dez profissionais pioneiros que aditivaram a fantasia, tornando o sonho visível. São eles: Vitolino, Wiese, Villin, J. U. Campos, Belmonte, Nino, Rodolpho, Lamo, Le Blanc e Avgvstvs. Todos os artistas foram escolhidos pelo próprio escritor. Como era também editor de suas obras, Lobato tinha uma preocupação especial com o corpo do livro.

Os livros expostos são do artista gráfico e pesquisador Magno Silveira, que vem formando sua coleção há quase 20 anos, vasculhando sebos, antiquários e leilões.

As contribuições de cada um para encantar os olhos de adultos e crianças estarão dispostas no Sesc São José dos Campos desde 12 de outubro, aproveitando para comemorar o Dia das Crianças. Como a exposição fica aberta até o dia 27 de dezembro de 2015, ainda dá tempo de revisitar os maravilhosos contos de Monteiro Lobato.

Ilustração de Nino

Ilustração de Nino

SOBRE OS ILUSTRADORES

VOLTOLINO – ilustrador brasileiro. O trabalho de Voltolino foi nitidamente influenciado pelo estilo art-nouveau, muito em voga no Brasil no início do século XX.

KURT WIESE – ilustrador nascido na Alemanha; viveu durante três anos no Brasil. Kurt Wiese foi um exímio ilustrador, de vários recursos técnicos. Podemos notar em sua obra algumas citações às gags das histórias em quadrinhos.

NINO – Ilustrador nascido em São Paulo. Estudou desenho com o Benjamin Constant Mello e teve sua carreira artística influenciada por Walt Disney. Com traço vivo e nervoso, ilustrou três livros de Lobato: Aventuras do Príncipe, a Cara de Coruja e o Gato Félix.

JEAN GABRIEL VILLIN – ilustrador nascido na França e naturalizado brasileiro. Em 1925, aos 19 anos, Villin desembarcava em Porto Ferreira, SP, para trabalhar como desenhista numa fábrica de louças. Mudou-se para a capital paulista, onde se dedicou também à publicidade.

BELMONTE – codinome de Benedito de Barros Barreto. Caricaturista de estilo art déco, desenhista, pintor, jornalista e historiador paulista, Belmonte colaborou em diversas revistas e periódicos da primeira metade do século XX, além de publicar livros de autoria própria.

J.U. CAMPOS – Jurandyr Ubirajara Campos. Desenhista, ilustrador e pintor paulista. Em 1928 embarca para os Estados Unidos, onde trabalha como desenhista e propagandista do The New York Times. É possível notar nas ilustrações de J.U. Campos a influência deste período. O ilustrador era genro de Monteiro Lobato e deu-lhe a neta Joyce.

RAPHAEL DE LAMO – Apenas um livro foi ilustrado por ele, justamente aquele em que Lobato resgata várias histórias do imaginário popular, por meio da Tia Nastácia. O estilo das ilustrações é irregular; ora vemos castelo pontilhado a bico-de-pena, ora grandes manchas negras à base de pincel.

RODOLPHO – De toda obra lobateana, apenas um livro foi ilustrado inteiramente por Rodolpho. Também nesse artista encontramos a presença art déco, ainda que sem a estruturação do mestre Belmonte.

ANDRÉ LE BLANC – nascido no Haiti, Le Blanc era desenhista, pintor e ilustrador. Deixou uma vasta obra no Brasil, abrangendo inclusive ilustrações dos clássicos de nossa literatura em quadrinhos. André Le Blanc teve o privilégio e a oportunidade única de ser o ilustrador contratado pela Brasiliense para ilustrar as obras completas de Monteiro Lobato.

AUGUSTUS – nascido em Santos, SP, estudou desenho e pintura. Trabalhou muitos anos executando retratos, sendo premiado diversas vezes. Seu forte era a representação da figura humana. Curioso é que Augustus assinava, classicamente, AVGVSTVS.

SOBRE CARLOS MAGNO

Carlos Magno da Silveira é designer e artista plástico.  Na década de 1980, estudou desenho na FUMA – Fundação Mineira de Arte e Pintura e na Fundação Escola Guignard, ambas em Belo Horizonte.

SOBRE MONTEIRO LOBATO

Nascido ali do lado de São José dos Campos, em Taubaté, José Bento Renato Monteiro Lobato era filho de professor e morou em um sítio em sua infância. Adorava ler e devorou os livros da biblioteca do avô, Visconde de Tremembé.

Gostava também de escrever, e já na escola se arriscava nos jornaizinhos “Pátria”, “H2S” e “O Guarany” com os pseudônimos Josben e Nhô Dito. Além do dom para a literatura, Monteiro Lobato também era bom desenhista e queria cursar a Faculdade de Belas Artes, em São Paulo. Mas por desejo de seu avô estudou Direito. Ou seja, além de escritor e desenhista também era advogado.

Casou-se com Purezinha, Maria Pureza da Natividade de Souza e Castro, e trabalhou ainda com as ferrovias, enquanto continuava escrevendo para jornais e fazia traduções.

Quando seu avô morreu, em 1911, mudou-se para a fazenda dele que herdara, Vila de Buquira (hoje é o município Monteiro Lobato), e dessa vez se dedicou à vida rural. E então ele começou a se dedicar e fazer sucesso com a carreira literária. Nessa época ainda comprou e editou a Revista do Brasil.

Em 1927, muda-se para Nova Iorque e organiza uma empresa no Brasil para produzir aço para as grandes montadoras de carro. Empreendedor, quando volta para o Brasil abre diversas empresas de perfuração de petróleo. Por um bom tempo seus negócios perduraram, e ele se dedicava também aos livros, que o manteve bem até sua morte, em 1948.

Escritor, desenhista, advogado, tradutor, fazendeiro, editor e empreendedor. José Bento inspira até hoje milhares de crianças, jovens e adultos do Brasil com sua história e suas histórias!

LOBATO

O QUE

Ilustradores de Lobato

QUANDO

12/out a 27/dez de 2015 | Terça a sexta, das 13h às 21h30, sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h30

ONDE Sesc São José dos Campos
Avenida Adhemar de Barros, 999  | Tel (11) 3904-2000
INGRESSOS

Grátis

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comments are closed.

SIB NEWS

O autor-ilustrador Orlando Pedroso lança o livro GORDINHAS, com prefácio da cartunista e chargista Laerte. Dia 28/11, às 19h30 no Bar Genial, na Vila Madalena, na capital paulista. Convite feito!


O ilustrador, infografista e designer gráfico Caco Bressane atesta o quanto é enriquecedor colaborar com projetos profissionais que envolvem um time de colaboradores. Algumas dessas demandas podem fortalecer os…


Alexandre Rampazzo e Mauricio Negro convidam para o bate-papo e autógrafos dos respectivos lançamentos no sábado, 18/11, às 17h00, na 5º edição da Festa do Conhecimento, Literatura e Cultura Negra, na Faculdade Zumbi dos Palmares, na capital paulista. Às 14h00 Negro também participa da mesa “Depois que o Samba é Samba” com Paulo Lins, Martinho da Vila, João Batista de Medeiros Vargens e Duca Rachid, com mediação de Chiquinho de Assis. Compareça!


Exposição de artes gráficas na programação oficial do CEDHU Piracicaba. Artistas brasileiras e estrangeiras mostram suas produções no âmbito das comemorações e reflexões do Dia Internacional da Mulher. Inscrições abertas!


Que tal desenhar, escrever e um pouco mais enquanto se encanta pela paisagem da Chapada Diamantina? Confira aqui e veja como participar dessa rara experiência!


ver todos