SIBSIB

FLIP 2014

Começou hoje a Feira Literária Internacional de Paraty – FLIP, com o show de abertura de Gal Costa. O autor homenageado da atual edição é o desenhista, humorista, dramaturgo, tradutor e jornalista brasileiro Millôr Fernandes, em torno do qual estão programas várias mesas literárias.

É possível acompanhar a FLIP AO VIVO. Aproveite!

A programação principal da Flip 2014 conta com 47 autores de 15 nacionalidades, a maioria em participação inédita. A edição homenageia Millôr Fernandes, que esteve entre os convidados da primeira edição da Flip, em 2003, e traz duas novidades: o Show de Abertura, com a cantora Gal Costa, é gratuito, assim como a transmissão ao vivo da programação principal no telão.

Entre os diversos recortes da programação estão humor, arquitetura, ciência, pensamento indígena e crítica ao poder, característica do homenageado. Para as programações da Flipinha e da FlipZona, acesse os menus superiores correspondentes e, para a programação da FlipMais, o menu ao lado.

FLIPBANNER

FLIP PROGRAMAÇÃO PRINCIPAL

Composta de uma conferência de abertura e cerca de 20 mesas que reúnem para uma conversa informal convidados dos mais variados horizontes (escritores, cineastas, quadrinistas, historiadores, jornalistas e artistas plásticos, entre outros), a programação principal da Flip é realizada na Tenda dos Autores que possui um auditório com cerca de 850 lugares. Todos os eventos contam com tradução simultânea e são transmitidos na Tenda do Telão, com capacidade para cerca de 1.400 pessoas, e ao vivo, pela internet.

FLIP MAIS

Programação paralela e complementar à principal, a FlipMais ocorre na Casa da Cultura de Paraty e em outros locais da cidade. Definida pela curadoria da Flip, esta programação promove pré-estreias e exibições de filmes, leituras de peças teatrais, exposições e debates entre os autores convidados.

A CASA QUE HOSPEDA A FLIP

A Flip é realizada pela Associação Casa Azul, uma Oscip (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) criada com o objetivo de contribuir para a resolução dos problemas de infraestrutura urbana de Paraty. Além de promover a literatura, potencializa transformações na cidade nas áreas de preservação do patrimônio, educação e infraestrutura urbana e constitui um veículo poderoso de mudanças profundas no modo pelo qual a população faz uso dos espaços públicos.

FLIPINHA

Confira a programação completa. Entre outros convidados, da atual edição participam os associados da SIB Daniel Kondo, Laura Teixeira, Mario Bag, Marilda Castanha e Nelson Cruz.

SIBIANOS

Bem mais do que “a Flip para crianças”, que acontece durante os cinco dias da festa literária, a Flipinha é uma ação com significado social e educativo, que responde à missão da Casa Azul de atuar como polo difusor de cultura e conhecimento.

Nasceu junto com a Flip para ser um movimento de formação de leitores em Paraty. Batizada Flipinha em 2004, mantém vivo desde então o desafio de melhorar a qualidade de vida das crianças da região. Para isso, segue uma agenda anual intensa, movida pela paixão em ver florescer leitores atentos, curiosos e inquietos. A festa é o coroamento dessas ações, que envolvem os cerca de 13 mil alunos das escolas de Paraty e têm como sede a Biblioteca Casa Azul. A relação com professores da rede pública da cidade, os temas trabalhados em sala de aula e um levantamento dos autores mais lidos de seu acervo de 12 mil títulos norteiam a programação.

Daí a importância dessa festa a céu aberto, da qual participam não só as crianças visitantes, mas especialmente as que aqui residem. Nessa ocasião, elas sentem-se preparadas para encontrar autores. Ficam orgulhosas de tomar parte das apresentações de suas escolas. Vivem a alegria das brincadeiras, oficinas e rodas de ciranda na Praça da Matriz. Voltada às crianças, a Flipinha envolve também os adultos. Sinta-se convidado para essa festa que combina tão bem crianças e livros.

FLIPZONA

Iniciativa de cultura, educação e tecnologia, a FlipZona é a “ala jovem” da Flip. Desde seu início, em 2009, suas ações envolvem os alunos da rede de ensino Fundamental 2 e Ensino Médio da região de Paraty, com ações teóricas e práticas – principalmente práticas – que acontecem continuamente durante o ano.

Confira a programação completa desta edição.

Por que, para quê, para quem? Veja só!
Muito além do que acontece na agitação literária dos cinco dias das edições anuais da Flip em Paraty, a FlipZona nasceu para agitar o ano todo, com o objetivo explícito de aproximar os jovens dos hábitos de leitura, por meio das novas mídias. Com foco na produção audiovisual, promove a convergência entre a literatura, o patrimônio cultural local, novas tecnologias e redes sociais. Essas ferramentas contemporâneas são trabalhadas na prática com a realização de oficinas de produção e edição de vídeo, produção de texto para o blog, utilização das redes sociais, debates com escritores que possuem obras ligadas ao universo jovem, entre outras atividades interdisciplinares, como fotografia e grafite, por exemplo.

Com sua programação permanente em multimídia e democratização cultural para os jovens de Paraty e região, a FlipZona está sempre de olho no seu foco: o olhar e a linguagem do jovem na produção e documentação de material audiovisual sobre o patrimônio cultural paratiense, assim como na elaboração de conteúdo para redes sociais e realização de eventos culturais.

Todas as ações da FlipZona atendem aos jovens da região, que estudam em escolas públicas e privadas, das zonas rural e urbana, visando promover a formação de adultos mais críticos e reflexivos, aptos a pensar e intervir no futuro de sua cidade e, consequentemente, de seu País.

Comments are closed.

SIB NEWS

O autor-ilustrador Orlando Pedroso lança o livro GORDINHAS, com prefácio da cartunista e chargista Laerte. Dia 28/11, às 19h30 no Bar Genial, na Vila Madalena, na capital paulista. Convite feito!


O ilustrador, infografista e designer gráfico Caco Bressane atesta o quanto é enriquecedor colaborar com projetos profissionais que envolvem um time de colaboradores. Algumas dessas demandas podem fortalecer os…


Alexandre Rampazzo e Mauricio Negro convidam para o bate-papo e autógrafos dos respectivos lançamentos no sábado, 18/11, às 17h00, na 5º edição da Festa do Conhecimento, Literatura e Cultura Negra, na Faculdade Zumbi dos Palmares, na capital paulista. Às 14h00 Negro também participa da mesa “Depois que o Samba é Samba” com Paulo Lins, Martinho da Vila, João Batista de Medeiros Vargens e Duca Rachid, com mediação de Chiquinho de Assis. Compareça!


Exposição de artes gráficas na programação oficial do CEDHU Piracicaba. Artistas brasileiras e estrangeiras mostram suas produções no âmbito das comemorações e reflexões do Dia Internacional da Mulher. Inscrições abertas!


Que tal desenhar, escrever e um pouco mais enquanto se encanta pela paisagem da Chapada Diamantina? Confira aqui e veja como participar dessa rara experiência!


ver todos