SIBSIB

Bienal de Quadrinhos de Curitiba

logo

Foram três edições de muito sucesso e repercussão em toda a cena de quadrinhos brasileira. Mas agora, cinco anos depois de sua primeira encarnação, a Gibicon sai de cena e dá lugar à BIENAL DE QUADRINHOS DE CURITIBA, que acontecerá de 8 a 11 de setembro, mais uma vez tendo o Museu Municipal de Arte (MuMA) como sede principal. Será um evento muito maior, com novas roupagem e perspectiva, dotado de personalidade própria e cuja abordagem pretende diferir dos outros festivais e convenções que vêm sendo realizados no país.

Para começo de conversa, os organizadores Fabrizio Adriani e Luciana Falcon optaram por trabalhar com uma junta de curadores formada por profissionais da área e do quilate de Rafael Coutinho, Heitor Pitombo, Mitie Taketani, Lobo e André Caliman, assim como consultores do calibre de Antônio Éder e Ibraim Roberson. Trabalhar com profissionais de diversas regiões do país – no caso, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul – certamente irá democratizar ainda mais a produção e a abrangência da empreitada.

Outro diferencial da BIENAL é que, na contramão de uma tendência muito em voga, em que os eventos de quadrinhos estão se espelhando em formatos cada vez mais circunscritos, o nosso opta por voltar o olhar para aspectos mais amplos e planetários. Nessa primeira edição, a BIENAL pretende explorar as interseções entre o cenário da nona arte e as questões políticas que se fazem presentes no nosso dia a dia, com discussões voltadas para o atual contexto social e a função das HQs como ferramenta de reflexão e contestação.

A estrutura privilegiada do MuMA será explorada em toda a sua amplitude, com espaços mais versáteis não só para as atividades de praxe, como palestras, debates, oficinas, sessões de autógrafos, análises de portfólios etc. A feira de quadrinhos, por exemplo, que foi um dos pilares da Gibicon nº 2, terá um espaço dramaticamente ampliado, de um jeito que nunca aconteceu em nenhum dos eventos anteriores. Locatários de estandes, inclusive, poderão sugerir atividades dentro do evento, cuja viabilidade será devidamente avaliada pela organização.

Para fazer valer tanta inovação, a BIENAL já firmou parcerias com instâncias do peso do festival AnimaMundi, da editora Livrinho de Papel Finíssimo, do portal Quadrinhos Para Barbados, da rede FNAC, da TOTAL e do SESI. Enfim, trata-se de um esforço que, mais do que recolocar Curitiba no mapa dos quadrinhos brasileiros, pretende contribuir decisivamente para o desenvolvimento do gênero em nosso país.

Local

Museu Municipal de arte MuMA – Portão Cultural

Comments are closed.

SIB NEWS

Para ilustradores, artistas plásticos e gráficos, estudantes, professores, arte-educadores e interessados em literatura para crianças e jovens. De 31/05 a 2/06, das 19h às 22h, no Espaço das Três, na capital paulista. Inscrições abertas até 29/05!


A autora e ilustradora brasileira foi premiada na categoria Purple Island, do Nami Concours 2017, pelo livro Sem fim (Positivo). Parabéns pela conquista!


A entrega dos certificados será durante a cerimônia de abertura do 19º Salão FNLIJ do Livro para Crianças e Jovens, em 21/06, no Rio de Janeiro. Parabéns a todos!


A Ajudaris, associação particular de carácter social (Registo de IPSS 06/09), de âmbito nacional, sem fins lucrativos, considerada de utilidade pública desde 2008. Desenvolve vários projetos de intervenção social com vista…


Após receber um total de 41 inscrições, a FNLIJ tem o prazer de divulgar a lista dos ilustradores e livros selecionados para a Bienal de Ilustrações Bratislava de…


ver todos